Logbook da Cris: semanas 2 e 3

Nos meus tempos de miúda, os Onda Choque ou os Ministars, nunca os distingui, tinham uma música que se chamava “Um azar nunca vem só”. E aparentemente essa canção está em loop na minha vida. A AR (ou o que quer que seja porque o diagnóstico ainda não está fechado) tem todo um mundo de coisas nada fixes associadas que me estão a travar os planos que tinha de ignorar a sua presença. Depois do episódio do olho, e para tratar a coisa, somei mais medicamentos aos que já tomava e de repente passei de tomar sete comprimidos por ano a tomar sete comprimidos por dia de cenas várias (que vão de anti-víricos a anti-inflamatórios e corticóides). O plano era, depois de ter o ok do oftalmologista, começar devagarinho com três corridas – 5k, 7k, 10k – para preparar a corrida deste último domingo (mais um bocadinho e já falamos sobre esse assunto) mas fiquei-me pelos primeiros 5k porque, ao que parece, os comprimidos todos juntos não se dão bem e provocaram reacções pouco simpáticas no meu corpo. Basicamente, e sem entrar em detalhes escabrosos, tudo quanto é comida sai sem passar pela casa de partida. Ao fim de poucos dias, estava já meio desidratada e sem pingo de energia. Lá chamei mais um médico e somei mais três comprimidos à dose diária (vamos em 10, portanto… e a um fiozinho de paciência de os mandar todos pela retrete abaixo) mais umas saquetas para hidratação. Como me sentia menos mal, ainda alinhei numa corridinha de 5k com a minha irmã e o mê home por Utrecht e, no dia dos 10k de Delft, estava lá, pouco fresca e nada fofa, na linha da partida. A boa notícia é que acabei a corrida, a má é que a acabei a ver estrelinhas porque estavam perto de 27ºC e perdi ainda mais água da pouca que já tinha e a péssima é que em 15 dias fiz 20k… O plano mantém-se, quero correr os 42k, só tenho de perceber é como é que vou gerir o meu corpo a pregar-me estas partidas. Para já vou devagarinho e mais tarde ou mais cedo devo lá chegar. Em jeito de conclusão e aviso: prevê-se que este logbook seja assim para o fraquito.