Sai ao sábado #3

Depois da semana de mini-férias em família, estes últimos dias têm servido para voltar às rotinas. A rotina do trabalho, que entretanto se foi acumulando, a rotina das corridas que ajudam a acabar em beleza estes longos dias de quase-verão, e claro, a rotina do yoga. As leituras sugeridas para este fim-de-semana são dedicadas a este último tema que, como já se percebeu, é um dos meus preferidos. E as sugestões vêm em modo de 2-em-1. Duas leituras, 1 autor:

– Já sigo a Rebecca Pacheco há muito tempo (desde 2009, acho) e o blog dela tem sido uma leitura recorrente e uma óptima fonte de informação não só sobre yoga, mas também sobre meditação, alimentação e até corrida (para além de professora de yoga, a Rebecca é corredora e já completou a maratona de Boston um par de vezes). O que sempre me agradou foi a forma descontraída como o yoga é apresentado e discutido, sem dogmas ou fanatismos, e como até temas potencialmente mais sensíveis como tradição/tradicionalismo do yoga e espiritualidade, são abordados com tanta serenidade e sempre com grande sentido de humor. O OmGal.com, que começou por ser um blog pessoal, evoluiu naturalmente para um site mais completo onde se podem encontrar não só os post antigos (o blog entretanto está mais parado), mas também outras informações, incluindo vídeos sobre asanas que ajudam a perceber como abordar algumas das posturas que muitas vezes nos fazem pensar devem estar a brincar comigo!, mas que são mais acessíveis do que parecem. Mas mais importante ainda para os corredores, a Rebecca colabora com a Runner’s World e tem uma série de vídeos fantásticos que ajudam a incorporar o yoga no esquema de treinos. Experimentem!

– Se exploraram os links acima, inevitavelmente encontraram referências ao livro Do Your Om Thing. O título, que acho fantástico, dá uma boa ideia sobre o conteúdo do livro: como adaptar o yoga ao estilo e filosofia de vida de cada um e fazer da prática do yoga uma presença constante e natural no dia-a-dia. O livro lê-se rapidamente e explica bem a origem do yoga moderno sem entrar em muitos detalhes, mas reforçando a ideia de que a prática do yoga é muito mais do que ir para o tapete fazer uma série de poses. Recomendado a todos os que se comecem a interessar pelo yoga e queiram saber um bocadinho mais sem entrar já nos “clássicos”, mas também aos que ainda pensam that’s so 1970’s!

Boas leituras!