Road to Rotterdam

[scroll down for english]

Três meses depois do último post, estou de volta!
Janeiro já vai avançado mas ainda assim, um feliz 2017 para todos! Da minha parte, espero que seja um ano cheio de corridas e, porque tomei o gosto à coisa, algumas maratonas. Depois de Lisboa e Amesterdão ficou claro para mim que este é o tipo de provas que me dá mais gosto fazer, quer pela preparação física e mental que implica, quer por ser um desafio constante.

Ainda em Maio do ano passado decidi tentar a minha sorte com a maratona de Londres. Fiz a pré-inscrição mas acabei por me juntar à longa lista de pessoas que não passaram da fase de sorteio. Talvez no próximo ano tenha mais sorte… No entanto, como queria experimentar correr uma maratona na Primavera, comecei a procurar alternativas e acabei por escolher uma bem mais próxima e num sítio onde me sinto em casa: Roterdão. É uma cidade fantástica, que tenho vindo a descobrir nos últimos tempos e pela qual me tenho vindo a apaixonar aos poucos. É também a cidade onde vou trabalhar em breve. Por tudo isto, percebo agora, a escolha não poderia ter sido outra.

Mas voltemos às corridas! A maratona é no início de Abril e apesar de a decisão ter sido tomada no final do ano passado, a oficialização da coisa (inscrição e início dos treinos) só começou em 2017. E não foi fácil começar…

Entre o final de Outubro e o início de Janeiro corri meia dúzia de vezes. Fiz uma prova de 15 km no início de Dezembro que me custou horrores e entre trabalho, chuva e frio, não faltaram razões (ou seja, desculpas) para não sair de casa. Felizmente, com o novo ano e bastante descanso veio também uma nova energia e a vontade de calçar as sapatilhas e de me fazer à estrada. E nem a neve, nem o frio me têm demovido! É claro que ajuda ter companhia e desta vez a aventura é partilhada com o J. Sair de casa para ir correr, num domingo de manhã e com temperaturas negativas é bem mais fácil se for a dois!


Three months after the last post, I am back.
It’s almost the end of January but still, happy 2017 everyone! In my case, I hope this will be a year full of good runs and since I seem to have developed a taste for it, a few marathons too.
After Lisbon and Amsterdam it became clear to me that this is the type of race that I enjoy the most, because of the physical and mental preparation that it requires, but also because it is a constant challenge.

Last May I decided to try my luck with the London marathon. I applied for a place in the 2017 edition but ended up joining the long list of people who failed to pass the ballot phase. Maybe next year I’ll be luckier… But since I really wanted to try running a spring marathon I started looking for alternatives and ended up choosing one really close-by and in a place where I feel at home: Rotterdam! It’s a fantastic city, which I have been discovering for the last few months and where I will start working very soon. A perfect choice for all the good reasons.

But let’s go back to the running! The marathon is in the beginning of April and although the decision was made in December last year, it only became official (registration and beginning of the training) a couple of weeks ago. And it wasn’t easy to start again…

Between October last year and the beginning of January I only trained a few times and ran a cold and painful 15 km race. With work, cold weather, and rain, I had plenty of reasons (ok, excuses) not to step out of the house. Luckily, with the new year and after a good rest during the holiday, the energy and motivation to put on the running shoes and hit the road have also returned. And not even the snow and cold weather have kept me from running.

Of course it helps a lot to be in good company, and this time J is joining me in the marathon adventure. Leaving the house to go running on a sunday morning with freezing temperatures is not easy, but it’s so much better when shared with the right person!